NetherRealm responde alegações de ambiente tóxico e crunch
Notícias
Matérias recentes sobre as condições de trabalho tóxicas na NetherRealm Studios - a empresa por trás de grandes títulos de luta como a série Mortal Kombat e Injustice - surgiram online quando ex-funcionários e empregados compartilharam suas experiências nas mídias sociais.

Comportamento inadequado, períodos de crunch obrigatórios, e baixos salários estavam entre os problemas citados, e estes são problemas recorrentes que a indústria de jogos tem ouvido cada vez mais ao longo dos anos.

Em um artigo da Variety, a NetherRealm Studios divulgou um comunicado abordando as alegações. A empresa está atualmente investigando os relatos.

Na NetherRealm Studios, apreciamos e respeitamos muito todos os nossos funcionários e priorizamos a criação de uma experiência de trabalho positiva. Como empregadores de oportunidades iguais, nós encorajamos a diversidade e constantemente tomamos medidas para reduzir o tempo de crunch para nossos funcionários. Estamos investigando todas as alegações, pois levamos essas questões muito a sério e estamos sempre trabalhando para melhorar o ambiente da empresa. Há formas confidenciais para os funcionários reclamarem de quaisquer preocupações ou problemas.


Clique para ver a imagem em tamanho original

Enquanto alegações como as citadas anteriormente vão desde o desenvolvimento de Mortal Kombat (2011) e além, um funcionário da NetherRealm falou com a Variety sobre Mortal Kombat 11 e quais eram as condições de trabalho desta vez. O funcionário anônimo lembrou que trabalhava "de 60 a 70 horas por semana, sete dias por semana desde Janeiro", e afirmou que o evento de revelação de Mortal Kombat 11, ocorrido em Los Angeles e Londres em Janeiro, atrasou o desenvolvimento do jogo de forma significativa.

Todos disseram desde o início: "Não, isso não afetará o tempo de desenvolvimento; nós ficaremos bem. Usaremos o conteúdo que temos agora". Mal sabia nosso diretor de criação e nossa equipe de publicações e marketing que já estávamos cerca de três meses atrasados ​​com o desenvolvimento do jogo.

O funcionário disse também que quase todos os departamentos que trabalham no Mortal Kombat 11 foram prejudicados, fazendo com que eles tivessem que recuperar o atraso - e estamos vendo os efeitos agora, com os bugs e problemas com a Krypta e a Torres do Tempo.

A ex-analista de QA Rebecca Rothschild, a qual trabalhou em Mortal Kombat X e Injustice 2, também disse à Variety sobre as cansativas horas de trabalho na NetherRealm Studios, citando jornadas de trabalho de 90 a 100 horas. Ela detalhou como era o ambiente de trabalho na NetherRealm sendo uma funcionária do sexo feminino, citando a quantidade mínima de trabalhadoras mulheres e as que ocupavam cargos em tempo integral.

Clique para ver a imagem em tamanho original

O comportamento sexista, transfóbico e geralmente tóxico estava fora de controle, provavelmente devido ao fato de as pessoas estarem trabalhando mais de 80 horas por semana durante meses a fio, e não havia nenhuma punição por tal comportamento.

Ela explicou que não conseguiu negociar sua remuneração, apesar de estar em seu terceiro contrato com a empresa, e lembra ter ouvido de trabalhadores do sexo masculino que eram capazes de fazer isso, enquanto ela e outras funcionárias do sexo feminino não podiam.

No entanto, Rothschild afirma que suas experiências na NetherRealm Studios não foram totalmente negativas.

Trabalhar na NetherRealm não foi um pesadelo. Eu tinha supervisores de bom coração, colegas incrivelmente talentosos e inovadores, e estava trabalhando em jogos incríveis.


Clique para ver a imagem em tamanho original

A história da Variety é apresentada basicamente de um só lado, já que a NetherRealm Studios não iria a público e discutiria muitas das coisas contidas nessa matéria, além da declaração que incluímos aqui. A maioria das citações e narrativas apresentadas vem de membros da equipe que tiveram problemas trabalhando na NetherRealm entre 2011 e 2019.

Tem ocorrido muitos relatos de épocas negativas de crunch nas desenvolvedores de jogos ao longo dos anos. Isso atingiu jogos tão grandes quanto Red Dead Redemption 2 e Fortnite, até títulos menores, como Overkill's The Walking Dead e Sonic the Hedgehog (2006).

Acusações de condições intensas de crunch na NetherRealm Studios provavelmente não são um choque gigantesco para a maioria das pessoas familiarizadas com a indústria dos jogos, já que esta parece ser uma prática bastante comum em várias desenvolvedoras.

Ainda assim, muitas pessoas acreditam que esta é uma situação injusta de se colocar os trabalhadores, e será interessante ver como a NetherRealm e outras desenvolvedoras irão responder a isso no futuro.
NetherRealm responde alegações de ambiente tóxico e crunch
Fonte: Eventhubs.
Postado a .
Por MarK.
MarK
Tags: